Pedido de desculpas

Conforme a Cláusula 10 do Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o Ministério Público Federal no dia 02 de maio de 2017, apresento um pedido de desculpas público à comunidade negra.

Que a assinatura e o cumprimento deste Termo de Ajustamento de Conduta sejam formas de reconhecimento, de reparação, e que possam materializar, em todas as ações previstas, minhas sinceras desculpas.

Se, em geral, as fazendas abertas à visitação no Vale do Paraíba apresentam roteiros históricos de forma incompleta e injusta com a população que aqui foi escravizada e que ergueu a riqueza desses vales de café, agora celebramos a possibilidade de construção de outra narrativa desta história.

Como representante da Fazenda Santa Eufrásia, exemplo de fazenda de café do século XIX, comprometo-me a incorporar a história daqueles e daquelas que aqui foram escravizados, de forma que valorize sua resistência à opressão, e a valorizar o patrimônio cultual construído por seus descendentes na região do Vale do Paraíba, ampliando suas possibilidades de visibilidade, sustentabilidade, pertencimento e garantia de direitos em nossa sociedade nos dias de hoje.